Lufthansa dobra lucro em 2023, mas ataque lança sombra

[ad_1]

A gigante aérea alemã Lufthansa mais do que duplicou os seus lucros em 2023, prolongando a recuperação da pandemia do coronavírus, ao mesmo tempo que enfrenta novos riscos de uma onda de acção industrial.

O grupo reportou na quinta-feira um lucro líquido de 1,67 mil milhões de euros (1,82 mil milhões de dólares), um aumento substancialmente face ao valor de 791 milhões de euros em 2022.

Ficou um pouco abaixo da estimativa de analistas consultados pela empresa de dados financeiros FactSet.

Mas ainda marca o segundo ano consecutivo de lucros para o grupo – cujas transportadoras incluem Lufthansa, Eurowings, Austrian, Swiss e Brussels Airlines – após dois anos de perdas devido ao encerramento de fronteiras relacionado com a pandemia.

“O grupo Lufthansa recuperou a sua força financeira”, disse o presidente-executivo Carsten Spohr em comunicado.

2023 foi “um dos três melhores anos da história do grupo Lufthansa”, acrescentou.

As receitas aumentaram 15 por cento, para mais de 35 mil milhões de euros, enquanto um total de 123 milhões de passageiros voaram com as companhias aéreas do grupo, um aumento de 20 por cento em relação ao ano anterior, embora ainda abaixo dos níveis recorde pré-pandemia.

O grupo disse que quer pagar dividendos aos acionistas pela primeira vez desde 2019, antes da pandemia do coronavírus.

Tal como outros grupos de companhias aéreas, a Lufthansa foi duramente atingida quando o coronavírus interrompeu as viagens aéreas globais e teve de ser resgatada pelo governo alemão em 2020.

Mas a empresa – um dos maiores grupos de companhias aéreas da Europa – recuperou fortemente à medida que a procura recuperou quando os confinamentos foram levantados.

Nas suas perspectivas para este ano, o grupo disse esperar que as vendas aumentem significativamente e que o lucro operacional fique no mesmo nível de 2023.

Contudo, ainda enfrenta numerosos desafios, o mais premente dos quais é uma onda de greves recentes, à medida que os trabalhadores sindicalizados pressionam por aumentos salariais abundantes para compensar a elevada inflação.

A última começou na quinta-feira, com o pessoal de terra da Lufthansa dando início a uma greve nacional de dois dias, que deverá causar grandes perturbações.

O pessoal de terra também saiu em fevereiro, afetando cerca de 100 mil passageiros e impedindo entre 80 e 90 por cento dos voos comerciais da companhia aérea.

No início desta semana, Marvin Reschinsky, do sindicato Verdi, que representa os trabalhadores, atacou a Lufthansa por se recusar a aceder às suas exigências, ao mesmo tempo que reportava grandes lucros.

Embora a empresa relate bons resultados e “os bónus para os membros do conselho de administração aumentarão substancialmente… os funcionários no terreno, com salários horários de 13 euros em alguns casos, já nem sequer sabem como sobreviver nas cidades mais caras de Alemanha”, disse ele.

Numerosos sectores na Alemanha foram atingidos por greves nos últimos tempos, desde os transportes à função pública.

A companhia aérea também enfrentou problemas com a contratação de pessoal, à medida que corria para substituir funcionários que foram demitidos ou demitidos durante a pandemia.

Em outros lugares, a oferta da Lufthansa para adquirir uma participação na italiana ITA Airways atingiu turbulência depois que a autoridade antitruste da União Europeia abriu uma investigação sobre o plano, temendo que pudesse prejudicar a concorrência.

A Lufthansa concordou no ano passado em pagar 325 milhões de euros por uma participação de 41 por cento na ITA, com o Ministério das Finanças italiano também a contribuir com 250 milhões de euros como parte do aumento de capital.

O acordo proporcionou à empresa alemã várias opções para aumentar a sua participação ou adquirir a ITA Airways numa data posterior.

A Lufthansa adotou um tom otimista sobre o acordo na quinta-feira, dizendo que “esperava a aprovação da Comissão Europeia… ao longo deste ano”.

O grupo está “trabalhando de forma estreita e construtiva com a Comissão Europeia para alcançar uma rápida conclusão e subsequente implementação da transação”, acrescentou.

[ad_2]

Leave a Comment