Como “Killers Of The Flower Moon” é diferente do livro?

[ad_1]

Nos últimos meses, o best-seller de David Grann de 2017 Assassinos da Lua Flor voltou a entrar nas paradas de livros. Há uma boa razão para isso: há uma adaptação cinematográfica de alto nível a caminho. Tem pedigree chamativo. Leonardo DiCaprio e Robert De Niro e Jesse Plemons estrelam. Nada menos do que Martin Scorsese dirigiu. E é muito, muito longo. Mas quão fiel é o filme ao livro, especialmente considerando que não é ficção? Acontece que há pelo menos uma grande diferença.

Em um recente Tempo Na reportagem de capa que traçou o perfil de Scorsese, o lendário cineasta disse que o roteiro inicial do filme seguiu de perto a estrutura do livro. A primeira seção apresenta uma série de mortes e assassinatos misteriosos de membros da tribo Osage de Oklahoma, que enriqueceram bastante depois que o petróleo foi descoberto em suas terras. Mas a partir daí, a maior parte do foco está em Tom White, um ex-Texas Marshal recrutado pelo governo federal para erradicar o(s) assassino(s). Se o livro ainda tem protagonista, o mais próximo dele é White.

Mas White não é o protagonista do filme. Isso porque Scorsese e sua equipe efetivamente inverteram o livro, transformando White em um coadjuvante e dois coadjuvantes do livro nos protagonistas do filme. Esses seriam Mollie (Lily Gladstone), uma mulher osage que assistiu à morte de membros da família, e Ernest (DiCaprio), seu marido, que pode estar envolvido nos assassinatos.

Fazer de White o personagem principal enquanto colocava Mollie e outros personagens Osage nas margens parecia errado para Scorsese. “Depois de um certo ponto, percebi que estava fazendo um filme sobre todos os caras brancos”, ele disse à Tempo. “O que significa que eu estava adotando uma abordagem de fora para dentro, o que me preocupou.”

DiCaprio concordou. “Simplesmente não parecia que chegava ao cerne da questão”, DiCaprio contado Voga britânica sobre o roteiro original. “Não estávamos imersos na história dos Osage.” (DiCaprio inicialmente deveria interpretar White. O papel foi para Plemons.)

A decisão de mudar Lua Flor entrou relativamente cedo na pré-produção, como afirmou DiCaprio: “Houve uma pequena cena entre Mollie e Ernest que provocou tanta emoção em nós durante a leitura, e apenas começamos a penetrar no que era essa relação, porque era tão distorcido e bizarro e diferente de tudo que já experimentei antes.”

Então, se você leu o livro de Gramm, esteja preparado para ainda se surpreender com o que está na tela.

Assassinos da Lua Flor chega aos cinemas em 20 de outubro.

[ad_2]

Leave a Comment