Rússia está pronta para usar armas nucleares se a soberania for ameaçada, diz Putin | Noticias do mundo

[ad_1]

O presidente Vladimir Putin disse que a Rússia está pronta para usar armas nucleares se houver uma ameaça à sua condição de Estado, soberania ou independência, expressando esperança de que os EUA se abstenham de ações que possam desencadear um conflito nuclear.

A declaração de Putin foi mais um aviso contundente ao Ocidente antes da votação presidencial esta semana, na qual é quase certo que ele conquistará outro mandato de seis anos.

Numa entrevista à televisão estatal russa divulgada na quarta-feira, Putin descreveu o presidente dos EUA, Joe Biden, como um político veterano que compreende perfeitamente os possíveis perigos de uma escalada, e disse que não pensa que o mundo esteja a caminhar para uma guerra nuclear.

Ao mesmo tempo, enfatizou que as forças nucleares da Rússia estão em plena prontidão e, do ponto de vista técnico-militar, estamos preparados.

Putin disse que, de acordo com a doutrina de segurança do país, Moscou está pronta para usar armas nucleares em caso de ameaça à existência do Estado russo, à nossa soberania e independência.

O líder russo tem falado repetidamente sobre a sua disponibilidade para usar armas nucleares desde o lançamento da invasão da Ucrânia em Fevereiro de 2022. A mais recente ameaça deste tipo ocorreu no seu discurso sobre o estado da nação no mês passado, quando alertou o Ocidente que o aprofundamento da sua o envolvimento nos combates na Ucrânia representaria o risco de uma guerra nuclear.

Questionado na entrevista se alguma vez considerou usar armas nucleares no campo de batalha na Ucrânia, Putin respondeu que não havia necessidade disso.

Ele também expressou confiança de que Moscovo alcançará os seus objectivos na Ucrânia e manteve a porta aberta para conversações, enfatizando que a Rússia manterá os seus ganhos e procurará garantias firmes do Ocidente.

Não deveria ser uma pausa para o rearmamento do inimigo, mas uma conversa séria envolvendo as garantias de segurança para a Federação Russa, disse ele.

Putin disse que o recente aumento nos ataques de drones ucranianos nas profundezas da Rússia faz parte dos esforços para inviabilizar as eleições presidenciais de três dias do país, que começam sexta-feira e que ele deverá vencer por uma vitória esmagadora, contando com o controle rígido sobre a cena política da Rússia. ele estabeleceu durante seu governo de 24 anos.

As autoridades russas relataram outro grande ataque de drones ucranianos na manhã de quarta-feira. O Ministério da Defesa disse que as defesas aéreas derrubaram 58 drones em seis regiões. Um dos drones atingiu uma refinaria de petróleo na região de Ryazan, ferindo pelo menos duas pessoas e provocando um incêndio. Outro drone foi abatido quando se aproximava de uma refinaria perto de São Petersburgo.

A Ucrânia, entretanto, relatou mais ataques russos na manhã de quarta-feira.

Um ataque russo matou duas pessoas e feriu outras cinco na cidade de Myrnohrad, na região leste de Donetsk, a cerca de 30 quilômetros (cerca de 20 milhas) da linha de frente, segundo o governador Vadym Filashkin. As equipes de resgate locais conseguiram tirar uma menina de 13 anos dos escombros de um prédio de apartamentos que foi atingido por um míssil russo.

Um edifício de cinco andares na cidade de Sumy, no norte do país, foi atingido por um drone lançado da Rússia durante a noite e 10 pessoas foram resgatadas dos escombros, incluindo oito que sofreram ferimentos, segundo a administração regional.

Na cidade natal do presidente Volodymyr Zelenskyy, na região central de Dnipropetrovsk, o número de mortos em um ataque com mísseis russos na noite anterior subiu para quatro, disse o governador Serhii Lysak. Ele disse que 43 pessoas ficaram feridas em Kryvyi Rih, incluindo 12 crianças, a mais nova delas com dois anos e onze meses de idade.

Todos os dias as nossas cidades e aldeias sofrem ataques semelhantes. Todos os dias a Ucrânia perde pessoas por causa do mal russo, disse Zelenskyy.

(Apenas o título e a imagem deste relatório podem ter sido reformulados pela equipe do Business Standard; o restante do conteúdo é gerado automaticamente a partir de um feed distribuído.)

Publicado pela primeira vez: 13 de março de 2024 | 14h07 IST

[ad_2]

Leave a Comment